A escritora Deuzenir Szekeresh lançara dois livros, no município de Olinda Nova e na Livraria AMEI em São Luís

A escritora Deuzenir Szekeresh lançara dois livros, no município de Olinda Nova e na Livraria AMEI em São Luís

O Fórum em Defesa da Baixada Maranhense (FDBM) congratula-se com a escritora Deuzenir Szekeresh pelo lançamento de duas obras inéditas, com nomes bastante sugestivos: Fome de Poesia e João Gualberto Costa, um homem, uma história, um lugar.

O primeiro dia de lançamento será 09/07/2022 às 16 horas, na Igreja Católica (Lorêto) – Olinda Nova/MA e o segundo lançamento será no dia 15/07/2022 às 19 horas na Livraria AMEI no São Luís Shopping em São Luís.

O personagem principal dessas histórias, contos, relatos e entrevistas, é JOÃO GUALBERTO COSTA, que a autora define como pai,  amigo e avó querido. A autora emociona-se ao afirmar que

pais são aqueles que criam elos de um amor que acalanta sem sufocar, norteia sem obrigar, dar liberdade com responsabilidade sem cobrar. Esse foi o pai que conheci. Ele tinha uma alma bonita e via beleza nas coisas mais simples da vida.

Deuzenir é uma pessoa carismática, sempre disposta a ajudar. Ela convida os leitores a abrir seus corações e deixar que Deus os abasteçam com tudo o que Ele tem de melhor.

A história é ambientada em um lugar maravilhoso de propriedade de seu pai, o local era mata fechada, pela qual ele tinha maior paixão, não tinha plantio, era uma mata atrás da casa grande, totalmente fechada e preservada.

Os livros devem ser lidos com olhos recheados de amor e paixão pela vida, palavra por palavra recarregadas de orgulho por recordar momentos inesquecíveis da infância da autora. Diz ela:

Busquei, ao longo dos anos, resgatar fatos que permearam minha infância feliz ao lado do meu pai amado.

As obras vêm preencher ainda mais o acervo rico de obras dos baixadeiros, que valorizam a região e trazem boas recordação.

Quem é Deuzenir Szekeresh?

Nasceu em 02.11.1964 na cidade de São João Batista, MA.
Aos 14 anos de idade veio para São Luís, onde, mais tarde, constituiu família, construiu sua história, fez amigos e pode dedicar-se à pintura e à escrita, expressando suas ideias.
É licenciada em Educação Artística, com habilitação em Artes Cênicas, pela Universidade Federal do Maranhão.
Possui Especialização e experiência em Gestão Escolar.
É pós Graduada em Gestão Integradora em Educação.
Atua como docente na Educação Básica, na qual exerce a função de Gestora.
Desenvolve atividades pedagógicas na UP do Rio Anil/ IEMA.
É arte educadora, escritora, atriz, bonequeira, recreadora e poetisa.

Mais um grande passo para a composição do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Turiaçu

Mais um grande passo para a composição do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Turiaçu

Hoje (21/06/2022) aconteceu mais um grande passo para a composição do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Turiaçu, de forma remota, pelo streaming com transmissão ao vivo via YouTube.

💦 Estiveram presentes o Secretário Municipal do Meio Ambiente de Santa Helena, Saulo Arouche, a Vice Coordenadora do Fonasc, Thereza Christina Castro, Gabriel Silva, representando a Sema Estado, Nathalia Pinheiro, representando Associação Maranhense dos Engenheiros Ambientais-AMEA, Deuzilene reapresentando a Colônia de Pesca de Nova Olinda do Maranhão, Ana Ilda representando a Associação dos Pescadores e Pescadoras do Município de Santa Helena, Marlon Ribeiro, OAB – Subseção de Pinheiro, Luís Carlos, SAMAR – Sociedade Ambiental de Materiais Recicláveis e convidados.

✅ A criação do comitê da bacia hidrográfica do Turiaçu surgiu por meio de um diagnostico situacional da cidade de Santa Helena, onde percebeu-se que se fazia necessária a visão macro de mecanismos para a gestão e gerenciamento de ações no referido rio, por se tratar de um bem que exibe muita exuberância e riquezas e essas articulações foram sendo feitas com a administração municipal que teve sempre a sensibilidade para com as causas ambientais.

💧O comitê da bacia hidrográfica do Rio Turiaçu tem como função debater e executar interesses comum de representantes da bacia hidrográfica, que discutem e deliberam a respeito da gestão dos recursos hídricos.

FAKE NEWS ABOUT FERRY BOAT

FAKE NEWS ABOUT FERRY BOAT

Por Expedito Moraes

Notícias, palpites, ideias, conselhos tudo a respeito deste assunto rolou por aqui nestes últimos dias. E solução… nada. Publicações de ofícios, notas de esclarecimentos, comunicados, mensagens de autoridades de órgãos; uns afirmando, outros negando, outros “esclarecendo e “nós outros” sem entendermos “bulhufas”.

Enquanto isso os baixadeiros estão ameaçados de serem tratados “quase” igual a gado; tangidos para dentro de embarcações que diferentemente do curral não tem segurança absoluta.

Fico imaginando Mãeinácia, minha vó, ainda viva:

– Meu filho, escuto vocês falarem toda hora num tal de fêqui…o

  quê…? O que é isso?

– Fake News é notícia falsa.

Ela pensa um pouco e detona: ­

­­- Ah!…., então isso, é tudo mentira. Notícia falsa é mentira.

– É vó, é new lie.

– É o quê?

– É mentira.

Concluindo: Mentiram. Fizeram até o governador mentir. Secretários, eu, e um monte de gente.

E cadê o Ferry?

Ministério Público Federal é acionado para fiscalizar serviços do Ferry Boat

Ministério Público Federal é acionado para fiscalizar serviços do Ferry Boat

O Ministério Público Federal foi acionado no sentido de fiscalizar a atuação da Marinha do Brasil/Capitania dos Portos do Maranhão no que se refere ao procedimento de emissão dos documentos (I- Certificado de Segurança de navegação; II- Cartão de Tripulação de Segurança; III- Licença de construção para embarcação já construída; IV- Certificado nacional de Borda; V- Certificado de Classificação de Casco e Estrutura e VI- Certificado de Classificação de Máquinas, Equipamentos e Eletricidade) relativos a embarcação José Humberto, apresentada pela empresa RODOFLUVIAL BANAV LTDA, CNPJ nº 02.584.987/0001-64, para realizar a travessia via ferry-boat entre os Terminais da Ponta da Espera e Cujupe.

O acompanhamento do Ministério Público Federal na emissão dos documentos a serem expedidos pela autoridade marítima se revela de fundamental importância para resguardar os legítimos interesses dos usuários do transporte aquaviário do mencionado trecho marítimo, ressaltou o Ofício do Ministério Público Estadual dirigido ao Procurador Chefe da Procuradoria da República no Maranhão – MPF, Dr. THIAGO FERREIRA DE OLIVEIRA.

No último dia 01 de junho, o Fórum em Defesa da Baixada Maranhense (FDBM) reuniu-se com o Ministério Público Estadual pedindo providências, conforme matéria publicada em seu site: LEIA A MATÉRIA AQUI.

O FDBM solicitará audiência com as autoridades que possam agir no sentido de minimizar os graves transtornos e segurança aos usuários dos serviços do ferry boat.

Fórum da Baixada participa de reunião com o Ministério Público e presidente da MOB sobre situação do Ferry Boat

Fórum da Baixada participa de reunião com o Ministério Público e presidente da MOB sobre situação do Ferry Boat

No último 01 de junho do corrente ano, representantes do Fórum da Baixada reuniram-se na 10ª Promotoria de Justiça Especializada do Termo Judiciário de São Luís – 2º Promotor de Justiça de Defesa do Consumidor, com a Drª Lítia Teresa Costa Cavalcanti e o presidente da Agência Nacional de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos – MOB, Celso Henrique Borgneth, representando o Fórum da Baixada, compareceram Expedito Moraes, presidente da entidade; Alberto Muniz; Ana Creusa; Antônio Padilha e Antônio Valente.

A Promotora iniciou a reunião apresentando o panorama atual do serviço de ferry-boat. Explicou que:

Está em curso um processo de autorização emergencial por uma nova empresa para explorar o serviço. Esclareceu o atual estágio da concessão do serviço. Ressaltou que os contratos de concessão estão em vias de rescisão pela MOB. Pontuou os problemas ocorridos na intervenção.

Em seguida, todos componentes da comitiva do Fórum da Baixada usaram da palavra para relatar a grave situação atual dos serviços do Ferry Boat, conforme Ata que vai ao final desta matéria.

O presidente da MOB recém empossado, Celso Henrique Fez um breve histórico das autorizações concedidas às operadoras Servi-Porto e Internacional Marítima. Explanou a situação atual prestação do serviço. Afirmou que uma nova embarcação chegou em São Luís e será vistoriada pela Capitania dos Portos, mas que ainda sabe qual empresa será autorizada a prestar o serviço de travessia.

Confira todos os detalhes na Ata da Reunião neste link.

FÓRUM DA BAIXADA HABILITA-SE À ELEIÇÃO DE MEMBROS TITULARES E SUPLENTES DO COMITÊ DE BACIA DO RIO PINDARÉ

FÓRUM DA BAIXADA HABILITA-SE À ELEIÇÃO DE MEMBROS TITULARES E SUPLENTES DO COMITÊ DE BACIA DO RIO PINDARÉ

Considerando-se que o Rio Pindaré é um dos mais importantes para Baixada Maranhense, por isso, a participação no Comitê de Bacia desse rio é uma necessidade para o Fórum da Baixada, pois a água e a Baixada possuem uma relação de simbiose fundamental para manutenção da segurança hídrica da região, além de que quase todas as atividades econômicas, especialmente as de subsistência, dependem das águas.

Portanto, enfatiza-se que o Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio Pindaré é fundamental, pois visa capacitar as pessoas sobre questões acerca da preservação desse importante rio, razão pela qual o Fórum da Baixada pretende participar dessas ações, com ingresso no referido comitê. Por isso, postulou a sua inscrição para participação no Comitê de Bacia, como membro da sociedade civil.

O Fórum em Defesa da Baixada Maranhense (FDBM) indicou ANTÔNIO LOBATO VALENTE e ANA CREUSA MARTINS DOS SANTOS, para os cargos de membro titular e suplente, respetivamente, para concorrerem à eleição como membro do Comitê de Bacia do Rio Pindaré.

Para fins de habilitação, foi elaborado um Relatório sucinto, que segue anexo, em que se discorreu sobre as principais ações de apoio e acompanhamento dos projetos relacionados à preservação de rios e mananciais de água doce. Os temas apresentados foram: Diques da Baixada; Diques de Produção; Bosques da Baixada e os comitês de bacias, os quais direta ou indiretamente contribuem para a preservação do meio ambiente. No relatório constam os principais links de matérias jornalísticas sobre esses assuntos.

VEJA O RELATÓRIO AQUI

Reuniões para instalação do Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio Pindaré são realizadas dentro do conograma

Reuniões para instalação do Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio Pindaré são realizadas dentro do conograma

O Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio Pindaré realiza 3º dia de mobilização e 4ª reunião para discutir o processo eleitoral no municípios de Bom Jesus das Selvas.

Na última quinta-feira, 17, aconteceu a 4ª reunião de mobilização para discutir o processo eleitoral para o preenchimento de vagas de titulares e suplentes para composição do plenário do comitê de bacia hidrográfica e da diretoria efetiva do Rio Pindaré, para o período de 2022 a 2025, desta vez a mobilização aconteceu na câmara municipal de Bom Jesus das Selvas.

A reunião deu-se iniciou com a fala do presidente do comitê Raimundo Nonato que explicou o processo da formação do comitê, que tem um trajeto longo. E ao fazer essa explicação o Vereador Walber Lobo, enfatizou a importância do comitê para preservação do rio, “é primordial o comitê para termos um futuro” disse o vereador, além de garantir o suporte necessário para preservação da bacia.

A vice coordenadora do Fórum Nacional da Sociedade Civil nos Comitês de Bacias Hidrográficas – Fonasc.CBH e Auxiliar de Secretária I Thereza Christina Castro, explicou sobre o que são comitês de bacias e quais suas funções “Levar informação e capacitação, pois entendemos que quem tem informações tem poder” disse a auxiliar de secretária.

O discurso foi complementado pela Vereadora Lucimar Tomazino asseverando que:

O comitê é de grande importância para todos os municípios que compõem a bacia do Rio Pindaré, é um processo democrático, é importante que todos os seguimentos tenham participação efetiva, e o comitê irá ajudar muito no município de bom Jesus nas questões ambientais, e tenho certeza que todas a entidades presentes irão apoiar e cuidar do meio ambiente, não é só abraçar presente mas o futuro.

O Prefeito do Município Luís Fernando Coelho também ressaltou a importância dos comitês de bacias hidrográficas e disse que a prefeitura está disposta a ajudar no que for preciso que

Momentos como esse faz a diferença no nosso município que estamos tentando construir um bom futuro, nos sabemos que existem muitas famílias que dependem do rio, e o nosso dever é ajudar a preservar.

Além de pedir que todas as entidades dos três setores possam fazer parte, pois assim iram dizer que estão fazendo parte do futuro do amanhã.

Estiveram presentes à reunião, alguns vereadores, presidentes de sindicatos do município de Bom Jesus das Selvas e Buriticupu, Agentes Jovens Ambientais, Indígenas e a comunidade.

O Fórum em Defesa da Baixada Maranhense irá habilitar-se a uma das vagas para compor o Comitê como membro da sociedade civil.

Assessoria de Comunicação da CONASC

Comitê Infanto Juvenil comemora 11 anos e realiza posse dos novos diretores no Dia da Água

Comitê Infanto Juvenil comemora 11 anos e realiza posse dos novos diretores no Dia da Água

O Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana irá realizar a posse dos novos membros da diretoria e também comemorar seus 11 anos de estrada no dia 22 de março, às 16h, o evento irá acontecer no auditório da Faculdade Laboro, na Cidade Operária.

A cerimônia tem como objetivo dar posse aos novos membros Ananda Regina – presidente; Orlando Júnior – Vice presidente; Raquele Dutra – Secretária; Alexandre Cantenheide – Vice secretário e Luís Felipe – Tesoureiro, que ganharam a eleição realizada pelas escolas comunitárias Centro Educacional Educar, Escola Comunitária Casulo, Escola Comunitária Educando, Escola Irmã Maria do Socorro, Escola Nossa Senhora da Conceição, Instituto Educacional e Social Shalom, Instituto Educacional Nossa Senhora Aparecida, Instituto Maanaim, Instituto Maranhense Educandário Betesda e Instituto Santa Clara em 2019, mas que devido a pandemia o evento foi sendo adiado, só sendo possível o acontecimento do nesse ano de 2022.

O evento contará com uma apresentação cultural especial realizada pelas crianças do Instituto Santa Clara e Instituto Semeando Vida que participam do projeto Fortalecendo Laços com a Escola. Elas irão apresentar músicas do cancioneiro nordestino com flauta para o público presente.

O comitê possui uma longa estrada, criado em 2011, esse projeto surgiu para capacitar, mobilizar e educar ambientalmente as crianças sobre os recursos hídricos, a iniciativa surgiu para engajar a juventude no andamento de políticas públicas no Maranhão. As escolas são organizações que têm contribuído significativamente para o desenvolvimento dos grupos sociais e da comunidade para a tomada de consciência dos sujeitos envolvidos nas diversas organizações sociais, favorecendo uma melhor compreensão das desigualdades sociais existentes no sistema capitalista da nossa sociedade.

No início a dificuldade era de conscientizar a comunidade para cuidar melhor do meio ambiente e de seu principal rio. E foi graças a união das escolas comunitárias com a expertise do Fonasc.CBH que foi possível formar o Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana, que passou a desenvolver ações que atenderam às demandas sociais, educacionais, ambientais e de saúde, tendo a água como tema gerador desse contingente.

Com área de 81 km², o Rio Jeniparana é uma das principais bacias da ilha de São Luís, por conta da poluição presente, os moradores da região se sentiam lesados e prejudicados, com isso a ideia de se criar um comitê voltado para ajudar o rio se tornou inovadora e convidativa.

Comitê de Bacia do Rio Pindaré em vias de ser implantado

Comitê de Bacia do Rio Pindaré em vias de ser implantado

Os principais afluentes do rio Pindaré são: o Caru, o Santa Rita, o Maracu (que o liga ao lago de Viana), Negro, o Água Preta, o Timbira, o Buriticupu e o Zutiua.

O rio Maracu ou canal do Maracu é um curso d’água localizado no Maranhão. É um rio que conecta a região lacustre de Penalva ao lago de Viana e conecta também este ao rio Pindaré, sendo um dos mais importantes da Baixada Maranhense, banhando a cidade de Cajari.

Iniciou em 15 de março, no município de Matinha, as reuniões de mobilização e capacitação no território da Bacia Hidrográfica do Rio Pindaré. O evento , que segue até o dia 18 de março, visa capacitar sobre questões acerca do Comitê de Bacia, bem como as suas funções e importância, e contará com palestras, informações sobre o processo eleitoral e momentos de interação com os participantes.

O Fórum da Baixada irá inscrever-se para participar do Comitê  de Bacia do Pindaré como representante de Organizações da Sociedade Civil com atuação na Bacia Hidrográfica do Rio Pindaré.

Em seu primeiro dia o evento acontecerá no Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Matinha a partir das 8h e, durante a tarde, ocorrerá no Centro de Convenções de São João Batista. A mobilização passará ainda nas cidades de Pindaré-Mirim, Santa Luzia, Bom Jesus das Selvas e Açailândia.

Atualmente o Maranhão conta com sete CBHs, sendo eles: CBH do Rio Itapecuru, CBH do Rio Mearim, CBM do Rio Munim, CBH do Rio Periá-Preguiças, CBH do Rio Turiaçu, CBH do Rio das Balsas e Afluentes Maranhenses do Alto Parnaíba e CBH do Rio Pindaré.

Fonte: SEMA.

Assista aos vídeos sobre a degradação do rio Pindaré e sobre os eventos para implantação do Comitê de Bacia.

https://globoplay.globo.com/v/6786723/

https://globoplay.globo.com/v/10393221/

O BOSQUE DAS GRAÇAS DE DEUS

O BOSQUE DAS GRAÇAS DE DEUS

Por Expedito Moraes

Saímos do local de embarque exatamente no horário estabelecido, 4 horas da manhã. Nosso destino era o município de MATINHA, mais precisamente, o povoado de GRAÇA. E durante o trajeto a conversa rolou solta pela Van. Falou-se e ouviu-se de tudo. Política, futebol, piadas (destaque para Deuzenir), muito riso, muita alegria, tudo sempre disciplinado, quando o exagero aparecia era acalmado pelo com o apito da competente Secretaria Elinajara.

Antes, porém, teríamos uma parada obrigatória e fundamental na RÁDIO E TV MARACU (uma das mais significativas parceiras da região). O nosso companheiro BENITO, empresário e proprietário da emissora nos honrou com um irrepreensível café da manhã, com um seleto cardápio composto de frutas, sucos, café, chocolate, bolos etc. RANY (como é chamada pelos seus inúmeros ouvintes) esmerou-se no serviço, educada, gentil e caprichosa. GILVAN nos surpreendeu com um excelente conhecimento sobre o Fórum e de suas missões. Entrevistou-nos com a maior deiscências e competência; ARTUR esmerou-se durante todo o evento para registrar com precisão os mínimos detalhes.  Como dizemos na Baixada:  Ficamos sem palavras para agradecer tamanha gentileza e generosidade a essa equipe maravilhosa da MARACU. Para ser mais simples e direto: BENITO e equipe, VALEU, 10.

Na MARACU tivemos a honra da presença dos companheiros forenses: NÉLIO JÚNIOR, HENRIQUE TRAVASSOS e o empresário e vice-prefeito de Matinha, NARLON.

Seguimos para o povoado GRAÇA.

Grande surpresa na chegada. Em primeiro lugar a comunidade toda, como poderia dizer? em FESTA. Todos ali reunidos, alguns com seus produtos à venda, uma feirinha, ZÉ PINHEIRO, cantador de boi de matraca, vendia bananas e cantou uma toada.

Na mesa reservada às autoridades foi lastrada de bolos e pães de excelente qualidade produzido na padaria da comunidade. Devemos lembrar que essa comunidade é um quilombo e com alto grau de organização e preservação dos valores tradicionais.

MANOEL (ex-presidente) e DOMINGOS (atual presidente), humildes e perseverantes acreditam num futuro melhor para aquela comunidade.

Não há e nunca houve sucesso sem disciplina, conhecimento, determinação e, sobretudo, humildade, porque são estes componentes que determinam o sucesso de qualquer empreendimento, sociedade ou nação.

Durante a semana a comunidade com o comando e providências de CÉSAR BRITO, HENRIQUE TRAVASSOS, DOMINGOS, MANOEL e voluntários organizaram tudo para que o plantio ocorresse da melhor forma possível.

A PREFEITA, seu esposo ALDO, NARLON e seu FILHO, secretários etc. participaram do Evento. A prefeita LINIELDA disse que o povoado GRAÇA estava em estado de GRAÇA. NARLON anunciou que ITANS será a próxima parceira em um novo projeto de BOSQUE. Um dos desejos da comunidade é implantar um bosque de Jussara em dois hectares. A terra, eles têm.

Depois das autoridades e forenses plantarem suas mudas, com a competente cobertura de TV e RÁDIO MARACU, rumamos para ITANS, mais precisamente para a residência do empresário NARLON, onde sua esposa OLINDINA serviu um suculento e saboroso almoço, cujo cardápio, não poderia ser diferente, à base de peixe, sucos etc.

No final, houve discurso do Presidente do Fórum da Baixada enfatizando a importância do Projeto BOSQUE DA BAIXADA e da existência de políticos realmente comprometidos com as questões da Baixada. SILVEIRA lembrou da importância da união e do sucesso de ITANS que motivou a aceitação e mudança na política de MATINHA. A entrada de NARLON na política e a efetiva participação nas eleições, marcaram um novo grupo político no município. SILVEIRA e CIBALENO, grandes líderes em ITANS, foram fundamentais neste processo.