Fórum da Baixada em Matinha: um dia inesquecível

Em 30 de agosto de 2018 2:57

O Fórum em Defesa da Baixada Maranhense – FDBM reuniu-se no último domingo, 26/08/2018, no município de Matinha para falar de seus projetos. Dentre eles, a construção dos Diques da Baixada, a instituição de Academias na Baixada e a criação de Bosques na Baixada, como o Bosque de Paricás em Paricatiua.

Foi uma excelente oportunidade para conhecer os projetos do FDBM, ouvir palestras de alto nível com o Engenheiro civil Alexandre (TCE); o Professor Mestre Manoel (UFMA) e com o Prof. Dr. Gusmão (UEMA) e, também, para dirimir dúvidas e colher sugestões sobre projetos ambientais, ressaltou a Profª do IFMA/Maracanã e vice-presidente da Academia Matinhense, Edileuza Brito.

Foi organizada uma concorrida expedição que saiu de São Luís às 04 horas da manhã, em um confortável ônibus cedido pela Universidade Federal do Maranhão. A Academia Perimiriense também organizou expedição. As expedições foram recebidas no Povoado Ponta Grossa pelos anfitriões Ângela e César, ocasião em que foi servido um delicioso café da manhã.

 O evento iniciou-se com a execução do Hino do Município, na voz de Simão Pedro, cantor lírico e membro da Academia Matinhense de Ciências, Artes e Letras – AMCAL, que foi acompanhado pelos matinhenses – um momento de grande emoção.

Os presentes foram saudados pelos chefes dos poderes executivo e legislativo, pela presidente do FDBM e pelo Presidente da AMCAL, que destacaram a importância do encontro.

A primeira palestra foi sobre os Diques da Baixada, em que Dr. Alexandre Abreu que destacou a necessidade da construção dos diques com a dupla finalidade: reter a água doce nos campos por mais tempo, evitando o flagelo da seca, bem como conter a invasão da água salgada nos campos, que seria um desastre para o ecossistema da Baixada.

O interesse sobre o tema dos Diques da Baixada foi geral, com vários questionamentos e sugestões, inclusive que se faça uma Carta-Compromisso, que seria assinada pela classe política da Baixada, bem como exibir vídeos de animação sobre o tema, a palestra foi encerrada com um sonoro: “Diques da Baixada Já”!

Na sequência foi apresentada uma dança portuguesa, que na ocasião recebeu um certificado de reconhecimento, fornecido pelo Ministério da Cultura. Ao meio-dia foi servido um delicioso almoço.

No início da tarde, houve a palestra do Prof. Manoel, Coordenador do Curso de História da UFMA e gestor do Projeto Academias na Baixada, destacando a importância da criação de academias na Baixada. Segundo o forense e membro da AMCAL, João Carlos da Costa Leite, “o mestre chamou atenção pela sua empatia com o público, pela capacidade de usar palavras mesclando o erudito e o popular, explicando ou indicando léxicos desconhecidos para pesquisa”.

A última palestra foi sobre “Paricás em Paricatiua”, proferida por Dr. Gusmão Araújo, ele explicou que o projeto visa o plantio mudas de Paricás no povoado cujo nome significa abundância de Paricás, porém, a planta foi extinta do lugar. Ao final, o palestrante doou duas mudas de Paricás ao anfitrião do evento, César Brito, bem como se disponibilizou a ajudar na formação de um Bosque de Mangueiras em Matinha. A ideia foi prontamente aceita pela Prefeita Linielda, presente durante todo o evento.

Para encerrar, com chave de ouro, houve a apresentação do Tambor de Crioula, oportunidade em que muitos “caíram na dança”. As manifestações culturais deram um brilho especial e foi motivo de confraternização entre os convidados.

O sucesso do encontro originou poesias, palavras de agradecimentos e vários sentimentos de gratidão ao município, à prefeita e sua equipe, aos forenses, aos expedicionários, aos palestrantes e aos anfitriões, registrem-se algumas manifestações:

1) “Um dia memorável, de muito aprendizado e um grande exemplo de união e força parabéns Forenses, Parabéns baixadeiros e VIVA A BAIXADA MARANHENSE” – Leuzanira Furtado;

2) “Nosso encontro foi poético! Com todos os sentidos polissêmicos possíveis… Sinto-me particularmente feliz” – Zilda Cantanehese;

3) “O último domingo de agosto de 2018, ficará deveras nas memórias e corações destes baixadeiros e baixadeiras que fazem, vivem; são protagonistas e sujeitos de suas histórias. Avante FDBM” – Zilda Cantanhede;

4) “Ficamos encantados com tanta beleza do lugar, agradecidos pela acolhida e deslumbrados com tanto conhecimento adquirido no dia de ontem, obrigada a todos, parabéns pele o excelente evento” – Leuzanira Furtado;

5) “Obrigado por ter nos proporcionado um dia tão feliz em seu Santuário Ecológico. O meu presente de aniversário hoje recebi ontem, por ter conhecido tanta gente inteligente e inspiradora, cheia de ideias e entusiasmo” – Gusmão Araújo;

6) “É com sentimento de realização e muita satisfação, enquanto Prefeita da minha amada Matinha, que agradeço de coração a todos que estiveram presentes no evento deste domingo, em Ponta Grossa”- Linielda;

7) “O Fórum deu um grandessíssimo passo na realização desse evento em Matinha. O Fórum, na sua administração, tá ainda mais com a cara da Baixada…Eu sempre digo que este órgão tem que pensar a Baixada a partir da Baixada, e não a partir de São Luis…viva a nossa presidente Ana Creusa” – Jaílson Mendes;

8) “Hino de Matinha cantado a capela e os matinhenses sabem o hino do seu município. Lindo lindo. Simão Pedro e o coral de vozes” – Elinajara Pereira;

9) “Obrigado, mais muito obrigado mesmo, pela oportunidade proporcionada por você, amigo César, de nós fazer conhecer um ambiente tão lindo. Obrigado pela afetividade das pessoas, que marcaram com carinho e encanto o nosso encontro” – Francisco Viegas;

10) “Dentre tantos êxitos, feitos de alta relevância, conseguidos pelo FDBM, este domingo se tornou o marco da consolidação dos propósitos e ideias de até nobilíssimo Fórum. Pelo que pude ver através dos relatos, não tenho dúvidas, só lamento não poder estar presente, dado a compromissos da minha missão Pastoral. Fica aqui o meu registro de aplausos apoio e de parabéns a todos que de uma ou outra forma contribuíram para tão grande evento. Oxalá todos os administradores públicos dos municípios abrangidos juntassem forças o tenham no coração esse ardor que hoje é patente na vida e ação dos forenses. Parabéns mais uma vez aos bravos e destemidos forenses” – João Silveira e

11) “Desejo a todos, muito estímulo para seguir crescendo e aprendendo continuamente.  Os meus mais sinceros agradecimentos!” – César Brito, anfitrião do Evento.

Foram tantas manifestações de carinho que o FDBM só tem palavras de agradecimentos aos matinhenses, forenses e todos que compareceram ao Santuário Ecológico de Ponta Grossa, para demonstrar interesse pelos temas que ajudarão no desenvolvimento da Baixada. Viva a Baixada!!