Academia Perimiriense debate a obra “O Mágico de OZ” com Carol Chiovatto

Academia Perimiriense debate a obra “O Mágico de OZ” com Carol Chiovatto

O Clube de Leitura “João Garcia Furtado da Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP) é um sucesso. Ontem, (12/09/2020) fizeram uma atividade importante para discutir a obra o Mágico de Oz, com participação da escritora e tradutora de livros da série Mágico de Oz, Carol Chiovatto.

O encontro virtual foi realizado por meio da plataforma Google Meet e foi coordenado pela acadêmica Jessythanya Carvalho Santos que explicou a metodologia do debate, apresentando todos os presentes na sala virtual, bem como fez um breve relato sobre o currículo da escritora, Carol Chiovatto, que é doutoranda (Inglês-USP), escritora, tradutora de obras sobre o Mundo Mágico de OZ, é a autora do livro Porém Bruxa.

Após a apresentação da escritora, a coordenadora do debate passou a palavra à professora Lourdes Campos que fez uma rica apresentação sobre vida e obra do autor do Mágico de OZ, Lyman Frank Baum.

Ato contínuo a convidada iniciou o debate, fazendo considerações interessantes sobre a obra. Em seguida, alunos, acadêmicos e professores discorreram sobre as suas impressões sobre a obra e realizaram perguntas à debatedora que dirimiu as dúvidas dos participantes sobre o papel dos personagens da obra, sobre os valores de capacidade de liderança, perseverança, amizade, coragem, humildade, individualidade, respeito, possibilitando reflexão sobre o contexto histórico e atual sobre a obra em análise.

A debatedora presenteou a ALCAP com algumas obras sobre o maravilhoso Mundo de OZ e a Academia a presenteou-a com as obras Dicionário do Baixadês e Curiosidades Históricas de Peri-Mirim dos acadêmicos Flávio Braga e Francisco Viegas, respectivamente. Houve o sorteio de dois livros entre os alunos inscritos no clube, os contemplados foram Thalys e Emile.

O debate superou as expetativas, possibilitando um novo olhar sobre a obra analisada. Após o encontro, a escritora postou em seu Twitter, o seguinte: “Acabei de falar sobre Oz com alguns alunos no ensino médio e da academia de letras de Peri Mirim (MA) Nada é mais legal, enquanto pesquisadora, do que poder falar da minha pesquisa com uma turma que leu o livro que o originou e está a fim de conversar”.

O Projeto Clube da Leitura da ALCAP está avançado para se tornar referência no estímulo aos jovens e adolescentes no maravilhoso munda da leitura. Quem ainda não leu a obra em apreço, acesse o link e delicie-se com a leitura do: O Mágico de Oz

O escritor Francisco Viegas lançará seu 3º livro no dia 30 de março em Peri-Mirim

O escritor Francisco Viegas lançará seu 3º livro no dia 30 de março em Peri-Mirim

A história do município ao alcance de todos. No próximo dia 30 de março de 2020, às 19 horas, na escola Carneiro de Freitas, em Peri-Mirim, será lançado o livro: Peri-Mirim, 100 Anos de Emancipação, do escritor Francisco Viegas Paz. O livro se refere aos principais acontecimentos ocorridos em Macapá e depois Peri-Mirim, entre os anos de 1919 e 2019.

A Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP) convida os correligionários e amigos a comparecerem a esse importante evento, de grande importância para o município e sua gen

Fonte: O Resgate 

ALCAP: Quem somos

ALCAP: Quem somos

A Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP) “Casa de Naisa Amorim” é uma instituição sem fins lucrativos, idealizada pelo Projeto Academias na Baixada do Fórum em Defesa da Baixada Maranhense (FDBM), arquitetada pelo professor mestre em história, Manoel Barros, tendo como principal finalidade, criar Academias Populares no território da Baixada Maranhense, voltadas à cultura e a historiografias dos municípios. A Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense, Casa de Naisa Amorim, foi criada no dia 20 de maio de 2018, após serem realizadas três reuniões mensais. A homenageada como patrona da ALCAP foi a professora Naisa Amorim por seus relevantes trabalhos prestados a nossa comunidade perimiriense em vários seguimentos, inclusive na área educacional, na qual sempre se empenhou com força e determinação apesar dos inúmeros desafios daquela época de muita pobreza.

A ALCAP possui atualmente 28 membros, é composta por escritores, profissionais atuantes e aposentados da educação, ex-políticos, compositores de toadas de bumba-meu-boi, cantores, acadêmicos formados em várias áreas do nível superior e amantes da cultura, preocupados com o futuro da querida Peri-Mirim, se juntaram em prol da cidade.

 

  • 1ª DIRETORIA (2018-2020), VOTADA O DIA DA FUNDAÇÃO DA ALCAP É COMPOSTA POR:
  • Presidente: Eni do Rosário Pereira Amorim
  • Vice-presidente: Jessythannya Carvalho Santos
  • Primeiro-secretário: Diêgo Nunes Boaes
  • Segundo-secretário: Ana Creusa Martins dos Santos
  • Primeiro-tesoureiro: Edna Jara Abreu Santos
  • Segundo-tesoureiro: Elinalva de Jesus Campos

 

Membros do Conselho Fiscal

  • 1º- Ataniêta Márcia Nunes Martins
  • 2º- Francisco Viegas Paz
  • 3º- José Ribamar Martins Bordalo

 

  • ATIVIDADES ALCAP 2018
  1. Realização de rifa em prol do lançamento do livro Curiosidades Históricas de Peri Mirim do escritor e acadêmico Francisco Viegas Paz;
  2. Participação do Primeiro Casamento Comunitário de Peri- Mirim com a exposição de produtos da terra Resgate cultural e relançamento do livro Curiosidades Históricas de Peri Mirim;
  3. Participação no evento de posse da Academia Militar do Maranhão em São Luís;
  4. Presença da ALCAP no lançamento do livro Curiosidades Históricas de Peri-Mirim do acadêmico Francisco Viegas Paz no auditório da Amei em São Luís do Maranhão;
  5. Presença da ALCAP em Matinha para o ciclo de palestras promovido pelo Fórum da Baixada Maranhense;
  6. Rifa e venda de lanches para angariar fundos para a posse da academia;
  7. Posse dos acadêmicos

 

  • ATIVIDADES ACADEMIA-2019
  1. Inauguração de casa de farinha comunidade Vila Nova em Bequimão
  2. Plantação de Paricás em Paricatiua- Bequimão
  3. Prêmio Artístico e Literário- Naisa Amorim
  4. I Sarau Cultural Fábrica de Inspirações

 

O Brasão da ALCAP foi idealizado pela acadêmica é de Edna Jara Abreu Santos na faixa abaixo do escudo está gravado o lema da academia Vanguarda do Conhecimento, idealizado pelo acadêmico Francisco Viegas Paz,  a Bandeira da Academia foi idealizada pelo acadêmico Diego Nunes Boaes e a Logomarca da Academia foi idealizada por Jessythannya Carvalho Santos  e a Logomarca da Diretoria idealizada pelo acadêmico Francisco Viegas Paz.

Estatuto da ALCAP

Minha terra, minha origem

Minha terra, minha origem
César Brito em Lisboa

Carlos César Silva Brito lança sua primeira obra, denominada Minha terra, minha origem.  O autor é o prestigiado presidente da Academia Matinhense de Ciências Artes e Letras – AMCAL  A obra foi escrita no estilo crônica poética, que retrata fielmente o passa no coração e na alma do autor, que tem o hábito de preservar a natureza e velejar pelas águas do Lago do Aquiri, que serpenteiam as terras dos seus ancestrais. O livro foi inicialmente lançado em Portugal, entre os dias 25 e 27 de julho deste ano, e deve ser relançado na Feira do Livro, em São Luís.

Minha terra, minha origem é uma obra para ser lida na vagarosidade da vida do interior, distanciando-se da correria já consolidada dos grandes centros urbanos, explorando, analisando e degustando cada verso, linha, parágrafo, como se fosse, numa analogia propicia ao momento, um gostoso produto da saborosa e peculiar culinária baixadeira, por todos apreciada. 

O poeta homenageia sua família e traz informações que serão essenciais para quem quer obter o conhecimento das origens de Viana/Matinha, suas fronteiras, pontos de vistas, histórias, bem como regalar-se num bom espaço de poesias.

No mês de agosto do ano passado, César Brito e sua esposa Ângela receberam, com carinho, o Fórum em Defesa da Baixada em sua propriedade em Matinha. Um lugar aprazível que o Dr. Gusmão, professor de Agronomia da UEMA e um dos palestrantes do evento, denominou de “Santuário de Ponta Grossa”, onde coexistem várias espécies de animais e plantas exibem suas riquezas de formas, cores e aromas, com certeza, fontes de inspiração ao autor.

Prefaciada e revisada pelos imortais da AMCAL, João Carlos da Silva Costa Leite,  e Maria Zilda Costa Cantanhede, respectivamente, a obra MINHA TERRA, MINHA ORIGEM tem um público alvo: aqueles que prestigiam e se deleitam na epopeia da arte poética e os muitos admiradores do autor, dada a sua capacidade de cativar pelo exemplo de um ser humano especial. Boa sorte, César Brito, é o que lhe deseja seus irmãos forenses. O Livro está disponível para venda na Livraria AMEI do São Luís Shopping em São Luís.

Texto adaptado a partir da publicação em: https://jailsonmendes.com.br/presidente-da-academia-matinhense-de-ciencias-artes-e-letras-lanca-livro-de-poesias/

Academia Perimiriense debaterá Regimento Interno e Comodato do Farol de Educação

Os acadêmicos e os amigos da Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP) reunir-se-ão em assembleia no próximo domingo, dia 25 de agosto de 2019, para debater a proposta de Regimento Interno da Academia. O encontro ocorrerá  em Peri-Mirim, no horário de 08:00 às 17:00h.

A reunião será de grande importância, pois o Regimento Interno, além de regulamentar o Estatuto da entidade, oficializará alguns eventos relevantes para o desenvolvimento cultural e artístico do município, como o Concurso Artístico e Literário “Prêmio ALCAP Naisa Amorim”, que já teve a sua primeira edição, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Peri-Mirim (SEMED), no dia 29 de março de 2019, nas categorias Desenho, Poesia e Crônica, com o tema “Peri-Mirim e suas memórias, 100 anos de história”, em comemoração ao I Centenário da município, contanto com uma participação expressiva de estudantes.

Também está prevista na proposta de Regimento Interno a instituição da Comenda “Padre Gerard” destinada à condecoração de personalidades, instituições ou grupos que tenham se destacado por suas contribuições literárias, culturais, artísticas, religiosas e pesquisas em favor do desenvolvimento da pessoa humana e da sociedade perimiriense ou pelo estabelecimento de políticas e projetos para o desenvolvimento da educação, o ensino e civismo no município de Peri-Mirim.

Outra importante decisão que será oficializada no Regimento Interno será a criação de um Jornal, em forma de site, cujo nome  é O Resgate, pois a ALCAP tem por objetivo incentivar a cultura, promover o estudo, a memória, a divulgação da vida e da obra de personagens históricos e figuras artísticas e literárias, especialmente de filhos de Peri-Mirim, que contribuíram para o engrandecimento cultural do Maranhão ou do país. Sendo o jornal eletrônico um meio moderno e eficaz para divulgação desses eventos e personalidades.

Na oportunidade, os acadêmicos também analisarão o Projeto de Lei Municipal que possibilitará a cessão em comodato do prédio do Farol da Educação  para a ALCAP, que se destinará ao funcionamento da academia, sem prejuízo das atividades de biblioteca pública e outras atividades literárias e culturais, sempre no intuito de fomentar o desenvolvimento intelectual e cultural dos munícipes. Proposta que ainda será levada à Câmara Municipal e ao Exmº Sr. Prefeito.

Consta ainda da pauta o debate sobre o convite e a efetiva participação da ALCAP no I Encontro de Brincadeiras Culturais na Comunidade de São Raimundo, que ocorrerá no dia 1º de setembro, pois o tema encontra perfeita sintonia com os objetivos da academia.

Responsável pela edição: Ana Creusa 

Com Festival de Cultura, a Academia Perimiriense comemora o seu 1º aniversário

Com Festival de Cultura, a Academia Perimiriense comemora o seu 1º aniversário

A Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense divulga programação do I Festival ALCAP de Cultura. O festival é um projeto  para expor novos talentos, criar espaços para a divulgação da cultura e arte local. O evento acontecerá dia 07 de junho de 2019 (sexta-feira) em Peri-Mirim (MA).

Nesta edição especial em comemoração ao primeiro aniversário da Academia, a Praça São Sebastião receberá atrações como música, poesia, tambor de crioula, capoeira, artistas da terra, além de exposições, estande de vendas, área gastronômica, oficina e muita mais. A programação também inclui roda de conversa e lançamento  da 2ª Edição do livro “Dicionário do Baixadês”, do escritor e acadêmico Flávio Braga. Para fechar a programação, show com o artista da terra Frank Hudson.

A Academia conta com a presença de todos!

Confira a programação completa do evento:

Academia de Peri-Mirim realiza premiação do I Concurso Artístico e Literário em homenagem aos 100 anos do município

Academia de Peri-Mirim realiza premiação do I Concurso Artístico e Literário em homenagem aos 100 anos do município

A Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP), em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Peri-Mirim (SEMED), realizou dia 29 de março de 2019, o I Concurso Artístico e Literário “Prêmio ALCAP Naisa Amorim, nas categorias Desenho, Poesia e Crônica, com o tema “Peri-Mirim e suas memórias, 100 anos de história”, em comemoração ao I Centenário de emancipação política do município. O certame, idealizado pela acadêmica Jessythannya Carvalho Santos, homenageia a Patrona da ALCAP, professora Naisa Ferreira Amorim.

A ALCAP, por meio desse concurso, objetivou ampliar os conhecimentos acerca da história e cultura do Município de Peri-Mirim-MA, incentivando produções artísticas e literárias dos estudantes. 

O concurso, destinado a alunos do Ensino Fundamental e Ensino Médio, incluída a modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA), mobilizou mais de 2000 alunos em 14 escolas no município. A premiação contou com a participação do 1.º Secretário da ALCAP, Diêgo Nunes Boaes, que atuou como cerimonialista do evento.

Alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental concorrem com trabalhos do tipo “Desenho”. Alunos do 6º ao 9º ano, incluindo a modalidade EJA, concorreram com trabalhos do tipo “Poesia”. Já os alunos do 1º ao 3º ano do Ensino Médio, incluindo a modalidade EJA, concorreram com trabalhos do tipo “Crônica”.

 O primeiro colocado de cada categoria recebeu um livro e um tablet. Já o segundo colocado de cada categoria recebeu um livro e um prêmio em dinheiro no valor de R$ 150,00. Todos os autores das obras premiadas receberam uma medalha personalizada e certificado de reconhecimento emitido pela ALCAP e SEMED; todos os professores-orientadores das obras premiadas receberam certificado de moção de aplausos também emitidos pela ALCAP e SEMED. As escolas das obras premiadas receberam placa personalizada.

Os prêmios em dinheiro e os tablets foram doados pelo Juiz Douglas Amorim, filho da patrona da ALCAP, Naisa Amorim. As placas personalizadas foram doadas pelo Fórum em Defesa da Baixada Maranhense. Os livros e certificados foram disponibilizados pela ALCAP. Os livros são de autoria do acadêmico Francisco Viegas Paz – “Curiosidades históricas de Peri-Mirim”.

Para a presidente da ALCAP, Eni do Rosário Pereira Amorim, “Os grandes ganhadores deste concurso são os 130 alunos que tiveram seus trabalhos inscritos e todos os outros que tiveram a ousadia para produzir uma obra, isso porque, produzir uma obra em forma de desenho, poesia ou crônica é uma atividade potente para o desenvolvimento de nossas capacidades e habilidades de inventar narrativas afins, e isso vale muito mais do que a seleção em destaque, porque toda comunidade educacional saiu ganhando no final”.

Para a Secretária de Educação do Município de Peri-Mirim, Alda Regina Ribeiro Corrêa, “Foi um projeto satisfatório que despertou o interesse de boa parte dos alunos da rede municipal e estadual de ensino. embora, apenas seis alunos tenham recebido a premiação, mas todos estão de parabéns, pelo esforço e dedicação, assim, como os gestores das escolas e os professores que se doaram. Falhas, pontos negativos… sempre existirão, todavia, servem para aprimoramento dos próximos projetos. Avante ALCAP!”.

Alda Regina Ribeiro Corrêa, Secretária de Educação; Elenilde Silva Lopes, professora-orientadora; José Ribamar Corrêa Boás, Diretor da EM Secundino Pereira;  Elizama Barros Boás, vencedora do 1º Lugar, categoria Desenho; Geraldo Amorim, Prefeito Municipal e Joseana Silva, Supervisora.
Kelisson Melo, Professor-orientador; Ana Sheilla Pinheiro Pimentel, vencedora do 2º Lugar, categoria Desenho e Eni do Rosário Pereira Amorim, Presidente da ALCAP.
Kelisson Melo, Professor-orientador;  Ana Sheilla Pinheiro Pimentel, vencedora do 2º Lugar, categoria Desenho; Alda Regina Ribeiro Corrêa, Secretária de Educação e Assunção de Maria Martins Lima, Diretora da EM Cecília Botão – anexo II (Carneiro de Freitas).
Dalcione Silva França, Diretora da EM Cecília Botão – anexo II (Carneiro de Freitas); Lia Carla Silva França, vencedora do 1º Lugar, categoria Poesia; Cleciane Silva França, professora-orientadora e Alda Regina Ribeiro Corrêa, Secretária de Educação.
Flávia Maria Martins Silva, representando a EM Cecília Botão; Ione Costa Pereira, Professora-orientadora; 
Willyan Guilherme Silva Boás, vencedor do 2º Lugar, Categoria Poesia; Alda Regina Ribeiro Corrêa, Secretária de Educação e Augusto César Ferreira Castro, representando o Juiz Douglas Amorim.
Felipe Jesus da Conceição Pereira, aluno vencedor do 1º Lugar, categoria Crônica;  Hilário Nunes Martins, Diretor-Adjunto da C.E Artur Teixeira de Carvalho; Ana Cléres Santos, representando o Fórum em Defesa da Baixada e Alda Regina Ribeiro Corrêa, Secretária de Educação.
Hilário Nunes Martins, Diretor-adjunto da C.E Artur Teixeira de Carvalho; Stefany Almeida Pereira, vencedora do 2º Lugar, Categoria Crônica; Jessythannya Carvalho Santos, vice-presidente da ALCAP e Alda Regina Ribeiro Corrêa, Secretária de Educação.

Peri-Mirim e suas memórias, 100 anos de história

A Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP) está realizando, em parceria com a Secretaria de Educação do Município de Peri-Mirim-MA (SEMED), o I Concurso Artístico e Literário “Prêmio ALCAP Naísa Amorim” nas categorias: Desenho, Crônica e Poesia com o tema Peri-Mirim e suas memórias, 100 anos de história, em homenagem ao I Centenário de emancipação política do município.

O Concurso também tem apoio o do Fórum em Defesa da Baixada do Juiz, Dr. Douglas Amorim, que é filho da patrona da ALCAP, Naisa Amorim.

Em 2019 comemora-se o I Centenário do Município de Peri-Mirim-MA, sendo momento oportuno para resgatar e preservar sua tradição e memórias. Assim, por meio da realização de um concurso artístico e literário, a ALCAP objetiva ampliar os conhecimentos acerca da história e cultura do Município de Peri-Mirim, incentivando produções artísticas e literárias dos estudantes.

Podem participar do concurso alunos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental e alunos do 1º ao 3º ano do Ensino Médio, incluída a Modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA). Receberão prêmios os dois primeiros colocados de cada categoria.

Todos os autores das obras premiadas receberão medalha personalizada e certificado de reconhecimento. Os professores-orientadores das obras premiadas receberão certificado de moção de aplausos e as escolas receberão placa personalizada para o primeiro colocado de cada categoria.

O Concurso foi divido nas seguintes etapas:
A 1ª Etapa ESCOLAR: realização de oficinas e seleção dos trabalhos.
A 2ª Etapa ALCAP: receber e entregar os trabalhos inscritos para a comissão julgadora.

As Escolas já iniciaram as oficinas. Participem!! As inscrições foram prorrogadas até 15 de março de 2019, veja o edital aqui e tire todas as suas dúvidas. Edital ALCAP 01-2019

Academias na Baixada: Peri-Mirim empossa seus imortais

Academias na Baixada: Peri-Mirim empossa seus imortais

A posse dos acadêmicos ocorreu no dia 15 de dezembro, no auditório Antônio João Pereira, prédio do Sindicato dos Pescadores de Peri-Mirim.

Acadêmicos reunidos

A Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP) – Casa de Naisa Amorim – foi constituída sob a forma de sociedade civil, de caráter cultural, sem fins lucrativos, de duração ilimitada, regida pelo seu estatuto e, subsidiariamente, pelo Código Civil e demais leis vigentes no país, instituída sob a orientação do Fórum em Defesa da Baixada Maranhense (FDBM), sob a presidência de Ana Creusa Martins dos Santos.

Manoel Barros

Para esse fim, o FDBM mantém o projeto Academias na Baixada, cujo gestor é o Mestre em História, Prof. Manoel de Jesus Barros Martins, Pró-reitor de Assistência Estudantil da Universidade Federal do Maranhão.

O principal objetivo do projeto é fomentar a criação de academias populares no território da Baixada Maranhense, voltadas à cultura e à historiografia dos municípios.

A ALCAP foi fundada no dia 20 de maio de 2018. A patronesse da Academia é a Professora Naisa Amorim, que prestou relevantes serviços ao município de Peri-Mirim. Na ocasião, foram empossados 28 (vinte e oito) membros representados por escritores, compositores, cantores, poetas, cronistas e amantes da cultura local, imbuídos em compartilhar experiências no campo das letras, ciências e artes, interligados nos saberes da microrregião da Baixada Maranhense.

A cerimônia foi dirigida por Antonieta Maria Nunes Martins. A mesa foi composta por Álvaro Urubatan Melo, o Vavá Melo, membro da Academia Sambentuese de Letras, da Academia Ludovicense de Letras e da FALMA (Federação das Academias do Maranhão);  César Brito, Presidente da Academia de Matinha e membro da FALMA; Leonardo Ribeiro, Vigário da Paróquia São Sebastião; Ana Creusa Martins dos Santos, presidente do Fórum em Defesa da Baixada Maranhense (FDBM); Eni do Rosário Pereira Amorim, presidente da ALCAP e Diêgo Nunes, 1º Secretário da Academia.

Álvaro Urubatan e César Brito

Francisco Viegas Paz foi o responsável pelo discurso de posse, representando os acadêmicos, e Maria Isabel Martins Veloso, a responsável pelo juramento.

Francisco Viegas profere discurso representando os acadêmicos
Maria Isabel ladeada por suas filhas Stela e Graça

A solenidade contou com a presença de várias autoridades, entre elas: os vereadores: Marcos Bordalo e Rui Ribeiro Corrêa; o ex-vice-prefeito Eliezer Soares; Membro da Academia de Pinheiro Joana Bittencourt; Coronéis Lélio Martins e Lopes e Sargento César, este que foi responsável pela segurança do evento. O Prefeito municipal justificou ausência.

Álvaro Urubatan Melo deu posse à Presidente da ALCAP, Eni do Rosário Pereira Amorim, e esta, aos demais acadêmicos, na seguinte ordem e respectivos patronos:

Presidente Eni Amorim, dando posse a José Sodré Neto e José dos Santos Neto, representando o Patrono.

Na ocasião, também foi empossada a 1ª Diretoria eleita, nos seguintes cargos: Presidente: Eni do Rosário Pereira Amorim; Vice-presidente: Jessythannya Carvalho Santos; Primeiro-secretário: Diêgo Nunes Boaes; Segundo-secretário: Ana Creusa Martins dos Santos Primeiro-tesoureiro: Edna Jara Abreu Santos; Segundo-tesoureiro: Elinalva de Jesus Campos e Membros do Conselho Fiscal: 1º Ataniêta Márcia Nunes Martins; 2º Francisco Viegas Paz e 3º José Ribamar Martins Bordalo. 

A Presidente do FDBM, Ana Creusa Martins dos Santos, que também tomou posse como acadêmica, por ser Perimiriense e adequar-se ao perfil dos imortais, declarou que, além das Academias de Matinha e Peri-Mirim, que foram constituídas sob as diretrizes do Fórum da Baixada, estão em fase de implantação as academias de Bequimão e São João Batista.

Ana Creusa e Carlos Pereira Oliveira, o Carlos Pique

Durante o evento de posse, inclusive na entrega do Diploma, os acadêmicos foram acompanhados, preferencialmente, por um descendente do seu patrono. Todos os acompanhantes receberam uma medalha da Academia, como reconhecimento pela participação.

Motivo de muita emoção foi a exposição de galeria de fotos dos patronos. 

 

A Cerimônia foi preparada para 400 (quatrocentos) convidados, animada com música ao vivo, na voz de Fernando Pessoa. Foram executados o Hino Nacional, na voz da cantora Sara Vitória e do Hino do Município, na voz Suely Leite. Houve ainda execução musical da Banda Marcial do Município. O encerramento se deu com a queima de fogos de artifícios e servido um delicioso coquetel.